Angola e Brasil ligados por cabo submarino de telecomunicações em fibra óptica

12 February 2018

O cabo submarino de telecomunicações em fibra óptica, que vai ligar Angola à América do Sul, chegou este mês ao porto do Pecém, em Fortaleza, no Brasil, a uma distância de cerca de 6200 quilómetros, informou a empresa Angola Cables.

A empresa angolana informou ainda ter o navio René Descartes, de bandeira francesa, atracado a 4 de Fevereiro em Fortaleza, transportando o cabo submarino que ligará Angola ao Brasil e que se designa por o SACS (“South Atlantic Cable System”).

A embarcação zarpou de Luanda em 26 de Dezembro de 2017 e o cabo submarino é colocado a uma profundidade de 1,5 metros em águas rasas e 7000 metros em alto mar, para evitar a possível danificação resultante da circulação constante de navios e recursos marinhos.

A Angola Cables adiantou que o cabo SACS deverá entrar em funcionamento durante o primeiro semestre de 2018.

Com 6200 quilómetros de extensão, o cabo liga Luanda (Angola) a Fortaleza (Brasil), sendo composto por quatro pares de fibra, com uma capacidade de transmissão de dados de 40 Tbps (terabits por segundo). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH