Empresa portuguesa Partex vai ser vendida ao grupo CEFC China Energy

15 February 2018

A Partex Oil and Gas (Holdings) Corporation vai ser vendida ao grupo CEFC China Energy, confirmou António Costa Silva, presidente da empresa para os negócios do petróleo da Fundação Calouste Gulbenkian, em declarações ao jornal português Público.

Costa Silva adiantou que a “negociação, complexa, está a decorrer” e acrescentou “acho que há uma grande possibilidade de se vir a concretizar”, tendo o jornal adiantado que este negócio pode representar um encaixe de 500 milhões de euros.

“É um grande conglomerado chinês que começou na refinação, terminais, logística, recentemente iniciaram a exploração e produção, no Médio Oriente, na Rússia, e elegeu a Partex como uma espécie de plataforma para investimentos no primeiro segmento”, disse ainda o presidente da Partex.

Dados preliminares divulgados pelo jornal indicam que a empresa aumentou as vendas para 320 milhões de dólares e o resultado líquido para 67 milhões de dólares em 2017.

O presidente da Partex disse também que os responsáveis do grupo CEFC China Energy “têm uma visão muito clara do que pretendem, que é a de transformar a empresa portuguesa numa plataforma global”, estando interessados “mais interessados na equipa da Partex, que tem grande influência, sobretudo no Médio Oriente, do que nos activos.”

Caso o acordo de compra seja fechado este será o segundo grande negócio da CEFC em Portugal, depois de em Novembro de 2017 ter comprado uma posição de controlo na companhia de seguros Lusitânia, detida pela associação mútua Montepio, negócio que aguarda ainda a autorização por parte do regulador.

A Fundação Calouste Gulbenkian detém 100% do capital da Partex Oil and Gas (Holdings) Corporation, empresa que foi fundada em 1938 pelo arménio Calouste Gulbenkian. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH