Governo de Moçambique procura interessados em construir e gerir aeródromos

21 February 2018

O Ministério dos Transportes e Comunicações de Moçambique está à procura de um parceiro para construir e explorar cinco aeródromos com fins turísticos em diferentes pontos do país, de acordo com um anúncio publicado no matutino Notícias, de Maputo.

“O objectivo deste concurso é seleccionar um parceiro” para a concepção, construção, operação e desenvolvimento de aeródromos na Ponta do Ouro, Bilene, Inhambane, Angoche e Lumbo, este último junto à ilha de Moçambique.

O anúncio informa as eventuais manifestações de interesse têm de ser apresentadas ao Ministério até 19 de Março próximo.

O mesmo ministério anunciou em 2016 estar à procura de empresas ou investidores interessados em adquirir os direitos de concessão em regime de concepção, construção, operação e devolução de quatro aeródromos em Inhambane, Bilene, Lumbo e Ponta do Ouro, zonas turísticas do país.

O documento, a que se associava um outro com os termos de referência, informava ser intenção do governo de Moçambique usar os locais onde se localizam os referidos aeródromos como “alavanca” para impulsionar o desenvolvimento turístico nas regiões Maputo-Sul, Gaza, Inhambane e Nampula, sendo um dos pilares para o desenvolvimento acelerado e inscrito no Plano Quinquenal do Governo 2015-2019.

A apresentação de manifestações de interesse na Unidade Gestora e Executora de Aquisições estava nesse ano limitada até ao dia 12 de Agosto. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH