Angolana Sonangol pondera reduzir participação em concessões petrolíferas para obter fundos

6 March 2018

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) está a analisar a eventual redução da sua participação em cada uma das concessões petrolíferas, incluindo as concessões em produção, disse recentemente o novo presidente do Conselho de Administração da estatal.

A Sonangol dispõe de percentagens pequenas em certas concessões e grandes em outras, caso do Bloco 21 que é detido a 100%, questionando a administração por que não vender uma parte desses interesses “para arranjar dinheiro fresco”, disse Carlos Saturnino, citado pelo Jornal de Angola.

O presidente da empresa disse ainda que enquanto o governo, nomeadamente o ministério da tutela (dos Recursos Minerais e Petróleos) e o das Finanças, tomam uma decisão, a Sonangol “vai rever a actividade das subsidiárias que tem, ver quais os negócios nucleares e os não nucleares bem como as empresas em que tem participações.”

“Está a ser feita uma análise de todas as participadas, sem excepção, para se determinar quais são as que continuarão a existir e aquelas que deverão ter uma percentagem maior ou uma percentagem menor e as que, necessariamente, deixarão de existir”, disse Carlos Saturnino.

A banca é um dos sectores que vai ser analisado, atendendo a que a Sonangol tem, presentemente, investimentos em cinco bancos comerciais: Angolano de Investimentos, Económico, Millennium Atlântico, Caixa Geral Angola e de Comércio e Indústria. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH