Moçambique aprova plano de desenvolvimento de campo de gás do grupo Anadarko Petroleum

6 March 2018

O grupo norte-americano Anadarko Petroleum informou ter o governo de Moçambique aprovado o plano de desenvolvimento do campo Golfinho/Atum, no bloco Área 1 da bacia do Rovuma, norte do país, de acordo com um comunicado divulgado em Houston.

O plano de desenvolvimento estabelece as etapas para que o gás natural existente naquele bloco chegue aos mercados de consumo, pode ler-se no comunicado, que acrescenta ser o plano agora aprovado o culminar dos progressos substanciais efectuados tanto em termos técnicos como comerciais no projecto de gás natural que é operado pelo grupo Anadarko Petroleum.

O projecto do consórcio Mozambique LNG1 Company, empresa que reúne os interesses dos grupos e empresas envolvidas na exploração de gás natural naquele bloco, vai ser desenvolvido em terra e consistirá numa fase inicial em duas centrais de processamento de gás com uma capacidade de 12,88 milhões de toneladas por ano.

O plano de desenvolvimento permite a expansão futura até 50 milhões de toneladas por ano, estando previsto na fase inicial que o campo Golfinho/Atum produza cerca de 100 milhões de pés cúbicos de gás natural por dia ou 50 milhões por unidade de processamento para consumo doméstico em Moçambique.

Integram o consórcio que explora o bloco Área 1 a Anadarko Moçambique Área 1, Ltd, uma subsidiária controlada a 100% pelo grupo Anadarko Petroleum, com uma participação de 26,5%, a ENH Rovuma Área Um, subsidiária da estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 15%, Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20%), ONGC Videsh Ltd. (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), and PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8,5%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH