Obras no porto do Maputo, em Moçambique, vão permitir aumento de carga manuseada

20 March 2018

A carga manuseada no porto de Maputo vai aumentar em 1.5 milhão de toneladas por ano, a partir de Dezembro de 2019, quando estiverem concluídos os trabalhos agora iniciados com vista à reabilitação e modernização de quatro cais.

O porto da capital pode manusear 25 milhões de toneladas por ano, sendo que nas actuais condições os cais 7, 8 e 9 contribuem com 1.8 milhão de toneladas por ano.

Por sua vez cais 6 está praticamente inoperante, servindo apenas para acomodar navios que necessitem de assistência técnica.

Os trabalhos de reabilitação foram confiados à construtora Mota-Engil pela concessionária Sociedade de Desenvolvimento do Porto de Maputo (MPDC) e custarão US$64 milhões .

Paulo Mata, director de projectos, disse que as obras no cais número 9 serão as primeiras a ser concluídas, estando o seu fim previsto para Fevereiro de 2019.

Do lote de trabalhos a realizar consta a dragagem, visando o aumento da profundidade de 12 para 15 metros, o reforço das estacarias de sustentação do cais, bem como demolição de uma série de armazéns que se encontram naquele cais e nos outros abrangidos pelo projecto.

As obras ao longo dos 536 metros de extensão dos cais 6, 7 e 8, vão prolongar-se até Dezembro com o aumento da profundidade de 12 para 16 metros, a colocação de novas estacarias e melhoraria do pavimento.

No final de 2017 foi concluída a dragagem geral do canal de acesso ao porto o que permitiu aumentar em 22 por cento

o volume da carga manuseada atingindo 18.2 milhões de toneladas em 2017 comparado com 14.9 milhões em 2016.(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH