Central Termoeléctrica de Ciclo Combinado começou a operar em Moçambique

27 March 2018

A Central Termoeléctrica de Ciclo Combinado de Maputo começou a operar, escreveu o matutino Notícias, de Maputo, para acrescentar que a produção de energia eléctrica a partir do gás natural só será efectiva a partir de Agosto próximo.

Narenda Gulabe, da estatal Electricidade de Moçambique, disse ao jornal que esta fase é essencial para que a central possa entrar em funcionamento em Agosto, indo iniciar-se a partir da próxima sena ensaios de injecção gradual de gás no sistema, que vão decorrer até que se alcance a potência necessária para a central operar em pleno.

“A energia a ser produzida nos próximos quatro dias será de dois a três megawatts, uma vez que apenas a primeira turbina está em funcionamento, mas a partir de Junho vamos estar a produzir 106 megawatts”, disse Gulabe.

A Central Termoeléctrica de Ciclo Combinado vai reforçar o fornecimento de energia às cidades de Maputo e Matola, sendo a primeira de alta eficiência no país e na região austral de África, que vai produzir energia eléctrica a partir do gás natural produzido em Pande e Temane, na província de Inhambane.

Este projecto tem um custo estimado em 180 milhões de dólares, dos quais 167 milhões estão a ser desembolsados pelo Japão, através da Agência Japonesa de Desenvolvimento Internacional (JICA) e os restantes 13 milhões de dólares representam a contribuição moçambicana.

O financiamento concedido pelo Japão sob a forma de empréstimo tem um período de amortização de 40 anos, incluindo dez de graça, sendo a taxa de juro anual de 0,01%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH