Angola reactiva complexo agrícola de produção de arroz

4 April 2018

O complexo agro-industrial de produção de arroz do Manquete, na província do Cunene, paralisado desde Maio de 2017, será reactivado ainda este ano, com a entrega da gestão à empresa de produção alimentar Faz Angola, disse terça-feira em Ondjiva o director da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas do Cunene.

Pedro Tibério disse ainda à agência noticiosa Angop que estar em curso o processo de recuperação de equipamentos agrícolas bem como dos terrenos.

Este complexo agro-industrial, originalmente aprovado em 2010 e agora reactivado, dispõe de uma área de dois mil hectares, dos quais 1500 hectares para cultivo de arroz, bem como de milho e os restantes 500 hectares para a construção de infra-estruturas e reservas naturais.

Com duas unidades de processamento e descasque, limpeza, branqueamento de embalagem e equipamentos, dispõe de três silos para armazenamento, dois dos quais para a conservação de três mil toneladas de arroz e um de conservação de duas mil toneladas de milho.

O projecto do Manquete foi aprovado em 2010 pelo governo angolano ao abrigo da linha de crédito do Banco de Desenvolvimento da China (BDC), tendo sido contratada a empresa China National Electronics Import and Export Corporation (CEIEC) para no prazo de 60 meses, 36 dos quais destinados à formação do pessoal técnico e auxiliar, colocá-lo em funcionamento.

A agência escreveu ainda que a paralisação da produção ficou a dever-se ao abandono do projecto pela CEIEC, que não cumpriu com os cinco anos de contracto, altura em que passaria a gestão ao Fundo Soberano de Angola. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH