Banco de Moçambique corta taxa de juro de referência para 16,5%

12 April 2018

A taxa de juro de política monetária de Moçambique, a taxa MIMO, foi reduzida em 150 pontos base para 16,5%, de acordo com a decisão da Comissão de Política Monetária quarta-feira anunciada e justificada com o comportamento favorável da taxa de inflação.

“O comportamento favorável do indicador de inflação, aliado ao facto de as previsões para o final do presente ano indicarem que a mesma se situará em torno de um dígito, justifica a manutenção do ciclo de redução das taxas de juro pela Comissão de Política Monetária, iniciado em Abril de 2017”, pode ler-se no comunicado.

A mesma comissão decidiu ainda reduzir a taxa de juro da Facilidade Permanente de Cedência de liquidez em 100 pontos base, para 18,0%, tendo mantido tanto a taxa da Facilidade Permanente de Depósitos em 12,5%, bem como o coeficiente de Reservas Obrigatórias para os passivos em moeda nacional em 14,0%, e em moeda estrangeira em 22%.

Ao anunciar as decisões da Comissão de Política Monetária, o governador do Banco de Moçambique, Rogério Zandamela, disse que o banco central está a tentar persuadir os bancos comerciais a reduzirem as taxas de juro que praticam aos seus clientes.

O comunicado do banco central moçambicano informa também que a liquidez restrita do sistema bancário manteve a tendência para redução, num contexto em que o crédito à economia permaneceu estagnado. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH