Empresários de língua portuguesa reúnem-se em Moçambique

A primeira Conferência Económica do Mercado da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) inicia-se quarta-feira em Maputo, Moçambique, com a participação de cerca de 350 pessoas, entre empresários, representantes de associações empresariais, organismos públicos de comércio externo, chefes de Estado e membros do governo dos países da CPLP, de acordo com a entidade organizadora.

O evento organizado pela Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CE-CPLP) visa melhorar a circulação de pessoas e bens, serviços e capitais entre os membros da comunidade, tornar consistente e ponderado este “novo mercado”, bem como fortalecer as relações empresariais entre associações e entidades empresariais.

A conferência terá a duração de dois dias e abordará temas como “Caracterização do mercado da CPLP, Forças e fraquezas de cada país membro”, “Agências de comércio externo dos países da comunidade”, “Mobilidade e reconhecimento de profissões dentro da CPLP” e “Empresas nacionais de electricidade dos países filiados.”

O presidente da CE CPLP, Salimo Abdula, anunciou recentemente que a entidade vai propor aos governos dos países membros da organização a criação de um tribunal arbitral, para a resolução de litígios no domínio dos negócios.

“Uma vez que os países da CPLP falam a mesma língua e têm ordenamentos jurídicos próximos, um tribunal arbitral para a organização traria mais eficácia para dirimir litígios entre empresários da comunidade”, afirmou Abdula, ao anunciar o programa da 1.ª Conferência Económica do Mercado CPLP.

O presidente da CE CPLP disse ainda que os empresários da organização vão insistir na necessidade de os Estados membros da organização instituírem a livre circulação de pessoas e bens, para a intensificação dos laços comerciais e sociais.

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa foi criada em 1996 e conta com nove membros, nomeadamente, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH