Macau e Tailândia devem aproveitar oportunidades criadas com iniciativa “Uma faixa, uma rota”

10 May 2018

Macau e a Tailândia devem fazer o aproveitamento conjunto das oportunidades criadas com a iniciativa “Uma faixa, uma rota”, com cada uma das partes a explorar as respectivas vantagens para a promoção de negócios, disse quarta-feira em Banguecoque o Chefe do Executivo de Macau.

Chui Sai On, que visita a Tailândia no âmbito de um périplo que incluiu o Camboja, anunciou que o governo a que preside vai organizar, em Banguecoque, o “Fórum Internacional de Desenvolvimento da Medicina Tradicional 2018 (Tailândia)” e uma apresentação sobre turismo e ambiente de investimento entre Macau e a Tailândia.

O Chefe do Executivo frisou que, com o apoio do governo central, Macau está empenhada em participar no desenvolvimento da iniciativa “Uma faixa, uma rota” e na construção da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, bem como em elevar o seu desempenho enquanto Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa.

Chui Sai On disse também que o governo de Macau pretende igualmente desenvolver acções com a Tailândia nas áreas do ensino e da medicina tradicional, assim como nos mercados de língua portuguesa, propósito que passa por aumentar a cooperação estratégica entre os dois territórios.

O Chefe do Executivo lembrou, neste contexto, que a Fundação Macau lançou a bolsa de estudo “Uma faixa, uma rota” que abre as portas de Macau a estudantes da Tailândia que queiram aperfeiçoar os seus conhecimentos.

Chui Sai On testemunhou, ao lado do ministro dos Negócios Estrangeiros da Tailândia, Don Pramudwinai, a assinatura do memorando de entendimento para geminação de Macau com a província tailandesa de Phuket. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH