Governo de Angola negoceia novas facilidades de crédito com a China

14 May 2018

O governo de Angola está a negociar “várias novas facilidades de crédito”, algumas das quais em fase avançada de negociação, para angariar 20 mil milhões de dólares em financiamentos, a maior parte junto de instituições bancárias da China, de acordo com o prospecto da emissão de 3000 milhões de dólares em euro-obrigações realizada na passada semana na praça de Londres.

O documento informa estar o governo de Angola a negociar com o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC, na sigla em inglês) uma linha de crédito no valor de 11 700 milhões de dólares para financiar a execução de projectos diversos no país, de acordo com a agência noticiosa Lusa.

Tendo ainda o ICBC como angariador, agente e credor original, o governo angolano, lê-se no documento, está “em vias de celebrar um contrato de empréstimo” de 1281,9 milhões de dólares, para financiar até 85% do preço do contrato para a concepção, construção e fornecimento de equipamentos do Novo Aeroporto Internacional de Luanda, em construção por empresas chinesas nos arredores da capital.

Através do banco estatal chinês que apoia as importações e exportações do país (Banco ExIm), Angola está a negociar um financiamento de 690,2 milhões de dólares para a construção da marginal de Corimba, um outro de 760,4 milhões de dólares para o sistema de transporte de eletricidade da barragem de Lauchimo e um terceiro de 1100 milhões de dólares para a construção da base da Academia Naval, em Kalunga, Porto Amboim. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH