Fórum de Macau promove cooperação entre empresas de Yangzhou e dos países de língua portuguesa

O Secretariado Permanente pretende promover a cooperação da capacidade produtiva entre as empresas de Yangzhou e dos países de língua portuguesa, aproveitando o mecanismo multilateral do Fórum de Macau e o papel de Macau como plataforma, disse naquela cidade da província de Jiangsu a secretária-geral da organização.

A secretária-geral Xu Yingzhen usava da palavra no decurso do “Encontro sobre a Cooperação da Capacidade Produtiva entre Yangzhou, Macau e os Países de Língua Portuguesa”, encontro que foi organizado pelo Secretariado Permanente do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa e pelo Gabinete dos Assuntos de Hong Kong e Macau do Município de Yangzhou.

Na sua intervenção, Xu recordou assinalar-se este ano o 15.º aniversário do estabelecimento do Fórum de Macau e que na V Conferência Ministerial os países participantes assinaram o Plano de Acção para a Cooperação Económica e Comercial e o Memorando de Entendimento sobre a Promoção da Cooperação da Capacidade Produtiva.

Segundo um comunicado do Gabinete de Apoio ao secretariado Permanente do Fórum os dois documentos procuram reforçar a cooperação entre províncias e municípios dos países participantes do Fórum de Macau e que, em articulação com as respectivas capacidades produtivas e necessidades de desenvolvimento, se procura encorajar e apoiar o reforço do intercâmbio entre empresas.

No decurso do encontro, os delegados dos países de língua portuguesa apresentaram os ambientes de investimento e políticas preferenciais dos seus países e os representantes das empresas do Interior da China apresentaram as suas empresas e sectores de interesse.

Em comunicado adicional, o Gabinete de Apoio ao Secretariado Permanente do Fórum informou ter-se realizado a 9 de Maio um encontro de teor semelhante na cidade de Nanjing, capital da província de Jiangsu. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH