Banco de Cabo Verde aprova aprova tomada do controlo do Banco Internacional por sociedade do Barém

25 May 2018

O Banco de Cabo Verde aprovou a entrada da IIBG Holdings no capital social do Banco Internacional de Cabo Verde (BICV), tendo a sociedade constituída no Barém passado a deter uma participação de 90%, informou o banco central cabo-verdiano em comunicado divulgado quinta-feira.

O comunicado adianta que “enquanto autoridade de supervisão do sistema financeiro nacional, o Banco de Cabo Verde entende que o adquirente dá garantias de uma gestão sã e prudente da instituição a ser adquirida.”

O BICV era detido directamente em 99,9% pelo Novo Banco África, SGPS e nos restantes 0,01% pelo Novo Banco, e indirectamente pelo Fundo de Resolução do Estado português e pelo fundo de investimento norte-americano Lone Star, através da sua subsidiária Nani Holdings.

O português Novo Banco, instituição financeira que herdou os activos de qualidade do falido Banco Espírito Santo, informou em Agosto de 2017 ter assinado um contrato de compra e venda da participação de 90% no capital social do BICV com a sociedade do Barém.

Após à concretização do processo, a estrutura accionista do BICV passa a ser 90% detida pela sociedade IIBG Holdings e 10% pelo Novo Banco África, SGPS e indirectamente pelo Fundo de Resolução, pelo Estado português e pela Nani Holdings. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH