Grupo do Dubai constrói centrais de energia solar em Moçambique

25 May 2018

O grupo Phanes, com sede no Dubai, vai construir três centrais fotovoltaicas para abastecer zonas da província do Niassa, no norte de Moçambique, ao abrigo de um memorando de entendimento a ser assinado terça-feira, anunciaram as autoridades locais.

O memorando a ser assinado com o governo provincial contempla a construção de centrais em Lichinga, a cidade capital, com uma capacidade de 100 megawatts e nos distritos de Mandinba e Marrupa, com 50 megawatts cada.

A imprensa moçambicana escreveu que os locais para a instalação dos painéis solares devem ser escolhidos nas próximas semanas, sendo que este projecto terá um custo de 170 milhões de euros.

A energia eléctrica a ser produzida será encaminhada para a rede de distribuição da Electricidade de Moçambique, embora tal dependa da capacidade de recepção e transformação das subestações daquela empresa pública.

A primeira central de energia solar de grande dimensão em Moçambique deverá entrar em funcionamento no início de 2019, estando a ser construída num terreno de 126 hectares em Mocuba, província da Zambézia, centro do país. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH