Grupo francês Accor quer voltar a investir em Angola

6 June 2018

O grupo francês Accor pretende voltar a investir na hotelaria em Angola, mas desta vez sem o antigo parceiro, o grupo angolano AAA, com quem rompeu, em Fevereiro, uma parceria iniciada em Novembro de 2016, escreveu o jornal angolano Valor Económico que citou uma fonte do Ministério do Turismo.

O interesse do grupo foi manifestado pelo responsável da AccorHotels para África e Médio Oriente num encontro que manteve, recentemente, com a ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, na África do Sul, escreveu ainda o jornal.

A ministra, num recente encontro com os embaixadores de Angola acreditados no estrangeiro, informou haver queixas de ambos os lados, mas garantiu que o grupo francês está interessado em regressar ao país.

Em Fevereiro passado foi anunciado ter o grupo francês posto termo ao acordo que previa a entrega da gestão de 50 unidades hoteleiras em Angola sob a marca Ibis, tendo sido apresentados argumentos relacionados com a dificuldade de acesso a divisas e a conjuntura económica do país.

A parceria com o grupo Accor abrangia os domínios da gestão, da operação, da marca, das reservas e do marketing, sendo o grupo AAA o investidor e proprietário dos hotéis.

O grupo Accor, sob a marca comercial AccorHotels, foi fundado em 1967 e opera no sector hoteleiro, de agências de viagens, restauração e gestão de casinos, estando presente em 100 país, onde gere quase quatro mil unidades hoteleiras de diversas redes e classes. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH