Moody´s mantém notação de risco de Macau em “Aa3”

6 June 2018

A agência Moody’s manteve a notação de risco da dívida de longo prazo de Macau em “Aa3” bem como uma perspectiva futura “estável”, de acordo com um comunicado onde divulga as conclusões do relatório anual de análise de crédito da Região Administrativa Especial.

A classificação “Aa3” é a quarta mais elevada e, de acordo com as classificações de risco de crédito definidas pela agência, integra-se no grupo de investimentos de alta qualidade, cujo risco de incumprimento de crédito é muito reduzido.

A Autoridade Monetária de Macau, que divulgou o comunicado da Moody’s, afirma ter a agência tomado as avaliações anunciadas devido ao facto de Macau não dispor de dívida e ter estado a obter lucros com a aplicação financeira das reservas.

A RAEM conseguiu manter, durante o período de ajustamento económico, ocorrido entre o início de 2014 e meados de 2016, uma capacidade financeira e estado de receitas e de despesas sólidos, factos estes que salientaram a sua elevada capacidade para aguentar o impacto económico.

A Moody’s anunciou ainda estar a prever que a economia de Macau manterá o seu crescimento no médio prazo, os próximos dois a três anos, atendendo à evolução das receitas do sector do jogo bem como das relacionadas com o turismo não-jogo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH