EDP considera OPA da ChinaThree Gorges baixa

11 June 2018

A Administração da EDP considera que a oferta pública de aquisição (OPA) lançada pela China Three Gorges (CTG) é baixa e que os acionistas devem ser compensados por permitirem a tomada de controlo da empresa.

A EDP reconhece no entanto o “mérito nas intenções estratégicas e do plano traçado” da CTG e deixa a porta aberta para a via negocial com o grupo chines.

A CTG pretende que a EDP seja líder de mercado no Brasil, com uma capacidade instalada quatro vezes superior à actual e ter acesso privilegiado ao enorme mercado eólico chinês

Segundo o Diário de Notícias a EDP considera que “a oferta subavalia a EDP, tendo em conta os prémios pagos em ofertas públicas precedentes em dinheiro para aquisição de controlo”.

Dadas as incertezas do potencial impacto na EDP, o conselho de administração escreve que “procurará obter mais informação para estar em condições de formar uma opinião mais fundamentada sobre a qualidade do projecto”.

Também a EDP Renováveis em comunicado considera que a contrapartida de 7,33 euros por acção “não traduz de forma adequada o valor” da empresa e “recomenda não aceitar o preço da oferta.(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH