Brasil nomeia novo embaixador na República Popular da China

22 June 2018

O plenário do Senado brasileiro aprovou o nome do diplomata Paulo Estivallet de Mesquita para chefiar a embaixada do Brasil na República Popular da China, informou a Agência Senado em comunicado divulgado na passada terça-feira.

Paulo Estivallet de Mesquita, que será igualmente o novo embaixador do Brasil na Mongólia, substitui nessas funções o embaixador Marcos Caramuru de Paiva.

Estivallet ocupa actualmente o cargo de subsecretário-geral da América Latina e das Caraíbas no Ministério das Relações Exteriores, coordenando a actuação brasileira no Mercosul, na União das Nações Sul-Americanas (Unasul) e na Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

Ao longo da sua carreira diplomática, trabalhou na embaixada brasileira no Chile e integrou as representações brasileiras junto da Organização das Nações Unidas (ONU), da Organização Mundial do Comércio (OMC) e da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO).

O embaixador cessante Marcos Caramuru de Paiva foi, entre outras funções, cônsul-geral em Xangai (2008-2011), embaixador do Brasil na Malásia (2004-2008), presidente do Conselho de Controlo de Actividades Financeiras (2003), vice-ministro de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda (1996-2002) e director executivo do Banco Mundial (1993-1996). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH