Instituto chinês disponível para apoiar desenvolvimento agrícola de Angola

22 June 2018

O Instituto de Ciências Agrárias e Tecnologias de Jiangsu está disponível a formar quadros angolanos do sector agro-pecuário e prestar apoio técnico ao processo de produção agro-industrial, de modo a contribuir para o desenvolvimento económico do país, disse quinta-feira no Huambo o presidente do conselho escolar da instituição.

Ji Wenlin, que havia sido recebido pelo governador provincial João Baptista Kussumua, disse ainda que o instituto pretende, para o efeito, cooperar com a Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos, na cidade do Huambo, visando a formação de professores e apoio às empresas do sector agro-alimentar.

Disse também que técnicos do instituto de Jiangsu estão a apoiar um projecto agrícola no município da Chicala-Cholohanga, na província do Huambo, enquanto no domínio da formação nove angolanos encontram-se a frequentar cursos diversos na instituição.

O governador João Baptista Kussumua enalteceu o apoio prestado, sublinhando que a cooperação com a instituição chinesa, quer no domínio da formação, quer no domínio da assistência técnica, constitui um grande factor para o processo de desenvolvimento do sector agro-industrial da região, visando a melhoria da qualidade de vida da população.

Antes do encontro com o governador da província, a delegação chinesa esteve nas instalações da Faculdade de Ciências Agrárias, na Chianga, a 10 quilómetros da cidade do Huambo, onde reuniu com a direcção da instituição, com quem pretende assinar, nos próximos dias, um protocolo de cooperação, de acordo com a agência noticiosa Angop. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH