CGD e BNU assinam acordo para partilha de informação de mercado sobre a China e os países de língua portuguesa

O Banco Nacional Ultramarino (Macau) assinou um acordo de cooperação com a entidade controladora, o banco estatal português Caixa Geral de Depósitos (CGD), para através da rede das duas instituições obter e partilhar informação de mercado sobre a China e os países de língua portuguesa, informou o banco em comunicado.

A assinatura do referido acordo de cooperação ocorreu no passado dia 21 de Junho corrente, ao âmbito do  “Encontro para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa – Lisboa 2018”, que organizado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) e pelo Fórum de Macau, reuniu na capital portuguesa 400 participantes, de que resultou a realização de 80 bolsas de contactos e a assinatura de 24 protocolos e memorandos.

“A assinatura deste protocolo simboliza o início de uma relação de cooperação mais alargada e profunda entre os dois bancos”, pode ler-se no comunicado que acrescenta que, através das redes globais da CGD e do BNU, será criada uma plataforma de informação e comunicação para partilhar informação de mercado sobre a China e os países de língua portuguesa.

Tanto a CGD como o BNU concluíram que um relacionamento de negócios mais próximo apoiará o governo de Macau na criação da plataforma económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa e adiantaram tratar-se de uma parceria mutuamente benéfica, tanto para as instituições como para os respectivos clientes.

O comunicado salienta que nenhum banco em Macau conhece tão bem como os países de língua portuguesa como o BNU e salienta que através da ligação a estes países através da rede da CGC “encontra-se na posição única de promover o comércio bilateral entre a China e os países de língua portuguesa e de apoiar investidores da China e empresas daqueles países interessadas em entrar no mercado chinês.”

O banco Caixa Geral de Depósitos está presente em 23 países da Europa, África e Américas, nomeadamente em sete países de língua portuguesa, sendo que em cinco detém uma posição de liderança.

O Banco Nacional Ultramarino (Macau), que faz parte do grupo estatal português, é um dos dois bancos emissores de Macau, estando igualmente presente em Zhuhai-Hengqin e em Xangai, dispondo por isso de uma forte plataforma para estabelecer a ligação da China e de Macau com os países de língua portuguesa. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH