Anadarko Petroleum toma decisão final de investimento sobre projecto de Moçambique no 1.º semestre de 2019

28 June 2018

O grupo Anadarko Petroleum deverá tomar uma decisão final de investimento sobre o projecto de exploração de depósitos de gás natural em Moçambique no primeiro semestre de 2019, disse o vice-presidente executivo do grupo no decurso da Conferência Mundial do Gás, a decorrer em Washington de 25 a 29 de Junho corrente.

Mitchell Ingram disse ainda à Reuters que o grupo está pronto para avançar a partir do momento em que consiga reunir um número suficiente de clientes para o gás natural a extrair.

Esta afirmação surge uma semana após a Mozambique LNG1 Company Pte. Ltd., a entidade de comercialização do gás natural a extrair no bloco Área 1, ter assinado um contrato não-vinculativo com a Tokyo Gas Co., Ltd. e com a Centrica LNG Company Ltd. para o fornecimento a longo prazo de gás natural liquefeito.

O projecto de extracção, processamento e liquidificação de gás natural de Moçambique consiste em duas unidades de processamento com capacidade para liquidificar 12,88 milhões de toneladas por ano, a serem colocadas principalmente nos mercados asiáticos, casos da Índia e do Japão.

O bloco Área 1 é operado pela Anadarko Moçambique Área 1, Ltd, uma subsidiária controlada a 100% pelo grupo Anadarko Petroleum, com uma participação de 26,5%, a ENH Rovuma Área Um, subsidiária da estatal Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 15%, Mitsui E&P Mozambique Area1 Ltd. (20%), ONGC Videsh Ltd. (10%), Beas Rovuma Energy Mozambique Limited (10%), BPRL Ventures Mozambique B.V. (10%), and PTTEP Mozambique Area 1 Limited (8,5%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH