Produtos de Macau e dos países de língua portuguesa disponíveis na NetEase Kaola

Produtos de Macau e dos países de língua portuguesa passam a estar disponíveis na NetEase Kaola, uma plataforma do comércio electrónico transfronteiriço da China, no “Pavilhão de Macau”, um novo canal eficaz para explorar o mercado do interior da China, informou a Direcção dos Serviços de Economia (DSE).

A cerimónia de assinatura de contrato para a instalação do “Pavilhão NetEase Kaola de Macau” teve lugar a 3 de Julho na DSE, que acrescentou ir este novo canal contribuir “para aumentar a exposição dos produtos de Macau e dos países de língua portuguesa, elevando, em grande medida, o prestígio e o valor das vendas desses produtos.”

A instalação do Pavilhão de Macau na NetEase Kaola é o primeiro passo para a instalação de pavilhões de Macau em grandes plataformas do comércio electrónico transfronteiriço da China, indo a DSE, de futuro, promover, activamente, associações comerciais a instalarem canais semelhantes em mais plataformas do comércio electrónico, alargando, ainda mais, o canal de vendas electrónicas das empresas locais.

Através desta cooperação com a NetEase Kaola serão plenamente valorizadas as vantagens desta plataforma electrónica do interior da China e as funções de Macau enquanto plataforma dos serviços comerciais entre a China e os países de língua portuguesa, construindo para os consumidores chineses uma plataforma onde eles podem comprar produtos de qualidade tanto de Macau como dos países de língua portuguesa.

O vice-presidente da direcção da Sino-Portuguese E-Commerce Chamber, Johnny Ma, disse na ocasião que numa primeira fase estarão disponíveis no Pavilhão de Macau 26 produtos de quatro marcas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH