Grupo Obtala acompanha acordo assinado entre Moçambique e a China

6 July 2018

O grupo Obtala Limited está a acompanhar “com particular atenção” o memorando de entendimento assinado em Junho entre os governos da China e de Moçambique para a construção neste último país de um Parque Industrial de Processamento da Madeira, informou o grupo numa actualização ao comunicado anteriormente divulgado com os resultados do primeiro semestre e do segundo trimestre.

O comunicado acrescenta ter nesse sentido sido nomeado um dos principais funcionários da subsidiária do grupo em Moçambique, Adriano Rafael, para proceder ao aumento das vendas no mercado doméstico.

O memorando de entendimento assinado entre os dois países permite que Moçambique passe a dispor de informação fidedigna sobre a quantidade de madeira que sai do país rumo à China e prevê que os dois países passem a colaborar na exploração, transporte, comercialização e exportação de madeira.

Em Moçambique, prossegue o comunicado, as licenças para abate de árvores foram emitidas mais tarde do que o previsto, a 12 de Junho de 2018, e as de exportação a 25 de Junho, tendo a nossa subsidiária Argento Mozambique sido uma das 28 empresas a receber uma licença de exportação.

“O nível de processamento interno que cada espécie de madeira deverá ter para que possa ser exportada está, no entanto, ainda por anunciar”, pode ler-se no documento divulgado.

O grupo volta a repetir que embora tenham sido introduzidos processos melhorados no funcionamento da serração de Nampula, a incerteza causada pelo atraso na emissão de licenças obrigou a administração a rever o modelo de negócio em pormenor, “que permitiu concluir ser apropriado um programa de redução de custos e de alteração da estratégia.”

No decurso do primeiro semestre o grupo obteve uma facturação de 7,3 milhões de dólares, tendo processado no segundo trimestre um recorde de 3800 metros cúbicos de madeira, contra 3600 metros cúbicos no primeiro semestre.

O grupo Obtala, com sede em Guernsey, dispõe de 10 concessões florestais em Moçambique, nomeadamente na província de Manica, que ocupam uma área de 120 mil hectares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH