Preços na hotelaria em Angola devem ser reduzidos, recomenda Conselho Consultivo do sector

9 July 2018

As autoridades devem prosseguir esforços no sentido de motivar os operadores turísticos, caso da hotelaria e das companhias aéreas, para que reduzam os preços que praticam, foi uma das recomendações saídas da reunião do Conselho Consultivo do Ministério da Hotelaria e Turismo de Angola, que encerrou na passada sexta-feira em Sumbe, província do Cuanza Sul.

A recomendação saída do encontro, que decorria desde quinta-feira, envolve os preços praticados nas unidades hoteleiras e os bilhetes de passagem, que os participantes consideram que, uma vez equilibrados, podem impulsionar o turismo interno, segundo o Jornal de Angola.

Outras recomendações do Conselho Consultivo prendem-se com a organização dos roteiros turísticos fiáveis, a um trabalho conjunto com os ministérios do Interior, da Construção e Obras Públicas e da Energia e Águas para melhorar as condições sobre questões migratórias, os acessos rodoviários e a provisão de bens públicos como água e electricidade.

O fomento do ecoturismo, abertura de postos de informação turística e o desenvolvimento de iniciativas de promoção e divulgação do sector nas representações diplomáticas, companhias aéreas, unidades hoteleiras e agências de viagens são outras medidas incluídas pelos participantes entre as estratégias para a projecção do turismo.

A reunião foi realizada sob o lema “Promover o desenvolvimento sustentável e diversificado, com a inclusão económica, social e redução das desigualdades” e contou com a participação de secretários de Estado, directores nacionais e provinciais, associações e empresários ligados ao sector. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH