Exportações brasileiras de carne suína para a China sobem 170% no primeiro semestre de 2018

20 July 2018

As exportações brasileiras de carne de porco para a China atingiram 69,8 mil toneladas no primeiro semestre, um aumento de 170% em comparação com o período homólogo do ano passado, anunciou recentemente a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

A Região Administrativa Especial de Hong Kong manteve-se como o principal destino para a carne de porco brasileira, com 79,3 mil toneladas vendidas entre Janeiro e Junho deste ano, um aumento de 12% em relação ao mesmo período de 2017.

A ABPA sublinhou que o crescimento das vendas para o interior da China e para Hong Kong aconteceu apesar da greve nacional de camionistas que bloqueou as principais auto-estradas do país durante 11 dias no final de Maio.

Em termos globais, as exportações totais de carne suína (considerando todos os produtos, entre carnes verdes e processadas) alcançaram 278,3 mil toneladas no período em análise, uma quebra de 18,9% comparativamente aos primeiros seis meses de 2017, quando as empresas brasileiras exportaram 343,3 mil toneladas.

A receita acumulada pelo sector de Janeiro a Junho totalizou 567,2 milhões de dólares, menos 30,4% do que os 814,7 milhões de dólares contabilizados um ano antes, ainda segundo a ABPA.

Nas vendas para África os principais destaques foram Angola, com 15 mil toneladas importadas no primeiro semestre (+8%) e África do Sul, com 3,1 mil toneladas (+495%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH