Aeroporto da Catumbela, em Angola, recebe certificação em 2019

24 July 2018

O processo de certificação nacional do aeroporto da Catumbela, província de Benguela, pode ficar concluído em Fevereiro de 2019, caso a Empresa Nacional de Navegação Aérea (ENANA) cumpra as normas de segurança no perímetro adjacente à infra-estrutura, disse no Lobito o director-geral do Instituto Nacional de Aviação Civil (INAVIC) de Angola.

Rui Carreira disse ainda, à margem de uma sessão de esclarecimento sobre o processo de certificação do aeroporto da Catumbela, que o cumprimento das normas de segurança é um elemento fundamental para sua efectivação, segundo a agência noticiosa Angop.

“É obrigação do operador aeroportuário (ENANA) resolver a questão de segurança para obtenção da licença”, disse, salientando que para habilitar-se à categoria de aeroporto internacional a empresa aeroportuária não pode permitir a presença de animais, entre outros elementos estranhos, que possam pôr em perigo a navegação.

O director-geral do INAVIC adiantou que o processo do aeroporto da Catumbela iniciar-se-á tão logo termine a certificação do Aeroporto 4 de Fevereiro, em  Luanda, prevista para 31 de Agosto próximo.

Recuperado e ampliado em 2012, o aeroporto da Catumbela será uma alternativa ao de Luanda pela sua dimensão e capacidade, prevendo-se uma movimentação anual na ordem de 2,2 milhões de passageiros.

O aeroporto, que tem duas mangas para embarque e desembarque e uma pista com 3700 metros, dispõe de 16 balcões para “check-in” e 18 para os serviços de migração, bem como salas protocolares e para clientes em executiva e primeira classes e espaços para restaurantes e bares. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH