Angolana Sonangol procura recuperar companhia de aviação SonAir

3 August 2018

As companhias de aviação Heliconia e CHC, do Luxemburgo e do Canadá, respectivamente, vão proceder à avaliação completa da SonAir para apurar a possibilidade de constituição de um consórcio para o relançamento da transportadora aérea da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), segundo informação oficial.

A Sonangol informou ainda em comunicado divulgado quinta-feira que o memorando de entendimento, que foi assinado dia 1 de Agosto, em Luanda, por Carlos Saturnino, presidente da concessionária petrolífera angolana e por Daniel Sigaud, pelo consórcio envolvendo as duas empresas, “deverá representar o início do processo de regeneração da SonAir.”

O memorando compreende duas fases, abarcando a primeira a avaliação interna completa da SonAir em termos de organização, processos e sistemas, enquanto a segunda poderá, após análise, ditar a formação de um consórcio entre aquelas empresas estrangeiras e a companhia de aviação da Sonangol, visando fundamentalmente o relançamento das suas actividades.

A Helicónia e a CHC são companhias de aviação de asa rotativa, que operam em vários países do mundo, principalmente no apoio de operações no mar.

A Sonangol sublinha ainda que o memorando “contempla actividades diversas, com prioridade para a busca de soluções urgentes para o atendimento aos operadores petrolíferos.”

Os esforços de regeneração da SonAir surgem depois de o governo ter abandonado o projecto Air Connection Express, companhia que iria operar voos internos em Angola e seria erguida a partir de um consórcio público-privado que envolveria as estatais TAAG e ENANA e várias empresas privadas. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH