Sistema financeiro de Macau deve abster-se de negócios com moedas virtuais

7 August 2018

Os bancos e instituições de pagamentos de Macau foram notificados no sentido de não participarem nem providenciarem, directa ou indirectamente, quaisquer serviços financeiros relacionados com moedas virtuais, informou a Autoridade Monetária de Macau (AMCM).

A notificação da AMCM ao sistema financeiro do território inclui a prestação de serviços financeiros onde sejam adoptadas moedas virtuais, designadas como “mercadoria virtual”, como meio de pagamento.

Em comunicado divulgado segunda-feira, a AMCM realçou “mais uma vez” que a prestação, por quaisquer meios, de serviços financeiros sujeitos à supervisão da AMCM, por exemplo, conversão de moedas, transferências transfronteiriças de fundos ou fornecimento de plataformas onde sejam negociáveis transacções financeiras, que não estejam devidamente autorizados, pode constituir uma eventual violação das disposições do Regime Jurídico do Sistema Financeiro.

A Autoridade Monetária de Macau realçou estar a cooperar com a Polícia Judiciária no combate às actividades financeiras ilegais, além de ter, por diversas ocasiões, alertado os residentes para a necessidade de terem cuidado com os riscos que tais práticas envolvem. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH