Fundação Macau concede subsídios aos residentes afectados pelo tufão “Hato”

13 August 2018

A Fundação Macau atribuiu 580 milhões de patacas (72,5 milhões de dólares) em subsídios ao abrigo de um programa destinado a apoiar os residentes afectados pela passagem do tufão “Hato” em 2017, informou a instituição.

O prazo para requerer o “Subsídio Destinado à Restauração Residencial” terminou dia 30 de Dezembro de 2017 e foram atendidos, por parte da FM, 6368 pedidos, tendo após apreciação e autorização sido aprovados 5665 pedidos que envolveram cerca de 40,03 milhões de patacas.

O prazo para requerer o “Subsídio de Assistência Médica” terminou dia 31 de Outubro de 2017 e foram recebidos 246 casos, tendo 208 casos sido subsidiados o que representa cerca de 680 mil patacas.

A Fundação Macau também deferiu no passado mês de Setembro o montante total de três milhões de patacas a título do “Subsídio por Morte” que foi entregue aos familiares das pessoas falecidas (10 famílias).

A instituição começou a disponibilizar, em Outubro de 2017, os subsídios para pagamento das facturas da água e electricidade aos moradores mais penalizados, tendo sido atribuídas 500 patacas para subsídio de água a cada um dos 211 mil moradores “domésticos” e 1500 patacas para subsídio de electricidade a cada uma das 215,000 fracções, atingindo um total de 430 milhões.

Após a passagem do tufão, a Fundação Macau recorreu às diversas associações civis para dar os subsídios as famílias vulneráveis e atribuiu verbas a favor das instituições de educação cultural para renovarem ou repararem as suas instalações danificadas, atingindo um total de 105 milhões de patacas.

A passagem do tufão Hato por Macau em 23 de Agosto de 2017 causou prejuízos económicos directos e indirectos estimados em 12,55 mil milhões de patacas (1,57 mil milhões de dólares), seguno a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH