Bancos de Macau participam na emissão de Obrigações Especiais da Reserva Territorial da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau

20 August 2018

Os bancos de Macau, Banco Industrial e Comercial da China (Macau), S.A., Banco Luso Internacional, S.A. e o Banco da China, Sucursal de Macau vão comercializar obrigações com o valor de cinco mil milhões de renmimbis emitidas pelo governo da província de Guangdong .

Um comunicado da Autoridade Monetária de Macau (AMM) revela que as obrigações irão igualmente ser comercializadas pelo Banco Industrial e Comercial da China, Banco da China, Banco Agrícola da China e Banco de Construção da China, todos do Interior da China que posteriormente lançarão produtos de gestão de fortunas pessoal junto dos residentes de Macau.

As obrigações designadas “Obrigações Especiais da Reserva Territorial da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, lançadas no dia 16 em Shenzhen, são o primeiro projecto em que as instituições financeiras de Macau participam na distribuição de obrigações de locais do interior da China.

Segundo a AMM a Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) é, também, a primeira região fora do interior da China, com instituições financeiras locais a participarem na distribuição de deste tipo obrigações de cidades da China.

Participaram na emissão das obrigações que atingiram 34,19 mil milhões de renmimbis, com um prazo de cinco anos, para além dos três bancos de Macau o Banco Industrial e Comercial da China, Banco da China, Banco Agrícola da China e Banco de Construção da China, todos do interior da China

As três instituições bancárias de Macau, no futuro, irão comercializar estas obrigações junto dos residentes de Macau, sob a forma de produtos de gestão de fortunas, permitindo-se, deste modo, aos residentes a participação nos projectos de investimento da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

Os fundos angariados serão utilizados para projectos da Reserva Territorial, nas cidade de Cantão, Zhuhai, Foshan, Dongguan e Zhongshan, todas, na área de Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau.

As instituições financeiras de Macau investiram nas obrigações na sequência da criação do “Fundo para a Cooperação e o Desenvolvimento Guangdong-Macau” em Maio deste ano. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH