Empresas da China e Brasil vão actuar no sector de energia do Rio Grande do Sul

28 August 2018

A empresa brasileira Electrosul e as chinesas Shanghai Electric e Zhejiang Energy constituíram segunda-feira , em Porto Alegre,  uma sociedade que vai construir e operar as linhas de transmissão de energia do Estado do Rio Grande do Sul.

A  Shanghai Electric fica com 44 % do capital da nova empresa denominada SZE Transmissora de Energia Elétrica S.A enquanto que a Zhejiang Energy ficará com 28.5% e a Eletrosul com 27,5%,  escreve a Folha de São Paulo.

As instalações de transmissão a serem construídas no Estado do Rio Grande do Sul incluem linhas e subestações destinadas a escoar a produção de futuras centrais eólicas na região.

A SZE Transmissora de Energia Elétrica S.A. vai construir cerca de dois mil quilómetros de linhas de transmissão naquele Estado brasileiro.

As obras que devem ser entregues em 2020 vão aumentar em 4,8 mil megawatts a capacidade do Estado do Rio Grande do Sul distribuir energia.

As obras vão passar por 59 municípios gaúchos e beneficiarão regiões como Campanha, Centro-Oeste, Zona Sul e Região Metropolitana criando ao mesmo tempo 11 mil postos de trabalho.

Trata-se de um investimento estimado em 4 mil milhões de reais e que permitirá fornecer energia eólica a 1,2 milhões de pessoas. (Macauhub)

 

MACAUHUB FRENCH