Brasil e China preparam lançamento de sexto satélite em 2019

31 August 2018

O sexto satélite sino-brasileiro de recursos terrestres, o Cbers-4A, vai ser lançado em 2019 da base de Taiyuan, localizada na província chinesa de Shanxi, foi confirmado durante um encontro em Brasilia, no Brasil destinado a celebrar o 30º Aniversário da cooperação entre os dois países na área de satélites.

A parceria, conhecida como Programa Cbers (sigla em inglês para Programa Sino-Brasileiro de Recursos Terrestres), levou à produção e lançamento de cinco satélites sino-brasileiros de recursos terrestres.

Coordenado pela Agência Espacial Brasileira (AEB) e pela Administração Nacional Espacial da China, o programa permitiu o desenvolvimento de um sistema completo de sensoriamento remoto (espacial e terrestre) para fornecimento de imagens gratuitas a ambos os países e a mais de 20 nações da América do Sul, do sul da África e do Sudeste Asiático.

O sexto satélite está em fase de testes e é desenvolvido em conjunto pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e a China Academy of Space Technology (Cast).

O Cbers-4A garantirá a continuidade do fornecimento de imagens para monitorar o meio ambiente por meio da verificação de desmatamentos e de desastres naturais, da expansão da agricultura e das cidades, entre outras aplicações.

O custo deste equipamento é de cerca de 240 milhões de reais( US$ 58 milhões) repartidos em proporções iguais pelo Brasil e China.

Foram lançados com sucesso o Cbers-1 (1999), Cbers-2 (2003) e Cbers-2B (2007). O Cbers-3 teve uma falha ocorrida no lançamento em Dezembro de 2013. O Cbers-4 foi lançado em Dezembro de 2014 e continua em operação. (Macauhub)

 

 

MACAUHUB FRENCH