Macau pretende ajudar PME dos países de língua portuguesa a entrar no mercado chinês

5 September 2018

O governo de Macau está empenhado em desempenhar o papel de plataforma para ajudar cada vez mais as pequenas e médias empresas dos países de língua portuguesa a entrar no mercado da China, disse terça-feira o secretário para a Economia e Finanças, no decurso de um encontro com dirigentes das províncias de Jiangxi e de Sichuan.

Leong Vai Tac lidera uma delegação do Governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) que participa na décima segunda edição do Fórum para a Cooperação e Desenvolvimento da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas e Feira para a Cooperação Económica e Comercial, que se inicia hoje, quarta-feira.

No encontro com dirigentes da província de Jiangxi, Leong disse esperar que Macau possa reforçar a cooperação no âmbito das convenções e exposições e turismo, entre outras áreas, bem como propiciar a ligação com os países de língua portuguesa e a União Europeia, com a finalidade das empresas de Jiangxi atraírem investidores estrangeiros e conquistarem mercados em outros países e regiões.

O governador provincial em exercício, Yi Lianhong, disse por seu turno que os dois territórios podem desenvolver uma cooperação mais profunda na área da medicina tradicional chinesa.

Defende, por isso, a promoção de técnicas e produtos no âmbito da medicina tradicional chinesa de Jiangxi através do Parque Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação entre Guangdong-Macau para os mercados internacionais.

No encontro com o governador da província de Sichuan, Yin Li, o secretário para a Economia e Finanças disse que a colaboração entre aquela província e Macau é crucial para a cooperação regional  na área das convenções e exposições.”

O governador Yin  Li informou por seu turno que Sichuan pretende realizar no próximo mês de Novembro a segunda edição da semana de cooperação entre Sichuan – Hong Kong – Macau. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH