Angola pretende estar a produzir 800 megawatts em energias renováveis até 2025

7 September 2018

Angola estará a produzir 800 megawatts em energias renováveis até 2025, com maior predominância nas zonas rurais, disse quarta-feira, em Luanda, a directora nacional de Energias Renováveis do Ministério da Energia e Águas.

Sandra Cristovão adiantou que em Angola apenas 40% da população tem acesso a energia eléctrica, sendo objectivo do governo aumentar até essa percentagem para 60% até 2025, representando as energias renováveis 800 megawatts, segundo a agência noticiosa Angop.

Sandra Cristovão, que informou que a produção de energia eléctrica em Angola deriva em 60% de fontes hídricas e nos restantes 40% de centrais térmicas, disse que a aposta nas renováveis, particularmente no mundo rural, decorre do reduzido custo de manutenção.

“Já estão identificadas zonas de potencial eólico do país”, disse a directora nacional de Energias Renováveis, para adiantar que nas zonas rurais irá ser dada preferência à energia solar e à biomassa, “está última por usar resíduos agrícolas e  florestais, entre outros, para a produção de energia eléctrica.”

Os constrangimentos ao investimento em energias renováveis prendem-se com a necessidade de captar financiamento, sendo que no caso dos investidores privados centram-se nas tarifas em vigor e na ausência de legislação específica.

Sandra Cristóvão dissertava sobre os desafios tecnológicos e expansão de fontes de energias renováveis em Angola, no âmbito do debate “Café com Ciência e Tecnologia”, realizado pelo Centro Tecnológico Nacional, afecto ao Ministério do Ensino Superior, Ciências, Tecnologia e Inovação. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH