Empresa Itafos Farim inicia exploração de fosfatos na Guiné-Bissau

10 September 2018

A empresa Itafos Farim vai iniciar a exploração de fosfatos na Guiné-Bissau em finais de 2020, anunciou sexta-feira em Bissau o director-geral da empresa, Delio Darsama.

O grupo Itafos adquiriu em Fevereiro de 2018 a totalidade do capital ainda não detido da GB Minerals, uma empresa mineira do Canadá que venceu o concurso público internacional lançado pelo governo guineense para a exploração dos depósitos daquele mineral na localidade de Farim, a norte de Bissau.

Delio Darsama disse que o grupo Itafos, com sede nas Ilhas Caimão, vai investir cerca de 200 milhões de dólares neste projecto, que tem uma vida útil de 20 anos, sendo que o produto será exportado a partir da localidade de Ponta Tchogue.

Disse ainda que a construção do acampamento destinado aos que vão trabalhar na actividade mineira fica concluída antes do final do ano e que se inicia em 2019 a construção das casas para o realojamento das famílias que foram deslocadas das imediações da jazida.

O grupo Itafos, cujas acções estão cotadas na TSX Venture Exchange, uma bolsa de valores com sede em Calgary, Canadá, detém uma carteira de activos em adubos baseados em fosfatos nos Estados Unidos, Brasil Peru, além do projecto de Farim, registando uma produção de mais de um milhão de toneladas por ano de fosfato natural por ano. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH