Sector mineiro em Angola vai aumentar contribuição para a economia do país

10 September 2018

A reestruturação do sector mineiro em Angola vai melhorar a eficiência e aumentar a contribuição para a economia nacional, disse recentemente o ministro dos Recursos Minerais e Petróleos.

Diamantino Azevedo, que na passada sexta-feira efectuou uma visita de algumas horas ao Soyo, capital da província do Zaire, disse que a reestruturação já em curso incidirá fundamentalmente nas concessionárias Empresa Nacional de Ferro de Angola (Ferrangol) e Empresa Nacional de Prospecção, Exploração, Lapidação e Comercialização de Diamantes de Angola (Endiama).

O ministro adiantou que o processo culminará com a separação da função de concessionária, “por se entender que essas empresas só se tornarão mais eficientes quando se dedicarem efectivamente ao seu objecto social, evitando a dispersão.”

Diamantino Azevedo, citado pela agência noticiosa Angop, apontou a prospecção, exploração e o condicionamento dos recursos minerais como a vocação da Endiama e da Ferrangol, explicando que as medidas se integram na mudança de orientação decidida pelo actual governo.

“À semelhança da criação, em Agosto, da Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANPG), há também um processo com calendário e programação aprovados, iniciado com a nomeação da Comissão Instaladora e do Grupo de Acompanhamento da Instalação da nova entidade”, disse. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH