Moçambique e petrolíferas assinam contratos de prospecção até Outubro

13 September 2018

O governo de Moçambique e os consórcios que foram seleccionados no quinto concurso de prospecção de petróleo vão assinar os respectivos contratos até à primeira semana de Outubro, disse o presidente do Instituto Nacional dos Petróleos.

Carlos Zacarias, presidente da entidade reguladora do sector, limitou-se a dizer à agência noticiosa Lusa que a assinatura dos contratos decorrerá entre finais de Setembro e a primeira semana de Outubro, “estando as datas precisas ainda a ser analisadas.”

O Conselho de Ministros de Moçambique aprovou em Agosto os termos dos contratos de prospecção petróleo para cinco concessões no centro e norte do país.

Em 2015 foram atribuídos ao consórcio ExxonMobil (60%) e Rosneft (20%) três blocos, um na bacia de Angoche e os outros dois na bacia do Zambeze, na zona central de Moçambique.

Um quarto bloco foi atribuído, na mesma altura, ao consórcio constituído pelo grupo italiano ENI (34%), Sasol Petroleum (25,5%), da África do Sul e Statoil (25,5%) da Noruega.

A estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, que recebeu um bloco em terra, detém em todos os outros quatro blocos uma participação de 20%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH