Moçambique ganha duas novas fábricas de processamento de castanha de caju

14 September 2018

Moçambique vai passar a dispor de 17 fábricas de processamento de castanha de caju com a entrada em funcionamento de duas novas unidades, informou o director do Instituto para o Fomento do Caju (Incaju).

Ilídio Bande adiantou ao jornal Notícias, de Maputo, que existem 15 fábricas em funcionamento, que dispõem no seu conjunto de capacidade para processar 80 mil toneladas de castanha de caju por ano.

No entanto, prosseguiu, as 15 unidades estão a processar apenas entre 48 mil e 50 mil toneladas por ano.

As duas fábricas em construção nos distritos da Macia, em Gaza e Massinga, em Inhambane, irão adicionar capacidade para processar 10 mil toneladas de castanha de caju por ano, sendo que uma tem capitais moçambicanos e portugueses e a outra capitais vietnamitas.

A produção da castanha em Moçambique em 2017 rondou cerca de 130 mil toneladas mas o grande desafio é atingir cerca de 180 mil toneladas até 2020, altura em que se acredita que o país possa processar pelo menos metade dessa produção. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH