Número de turistas em Angola e receitas caem em 2017

17 September 2018

Os serviços de hotelaria e turismo de Angola arrecadaram 10 mil milhões de kwanzas (35 milhões de dólares) em 2017, uma quebra de 2000 milhões de kwanzas relativamente ao valor contabilizado em 2016, disse sexta-feira em Luanda um responsável do Ministério do Turismo.

Mauro Jacob Luís, director do Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística, disse ainda à agência noticiosa Angop que as receitas registadas pelo sector no ano transacto representaram cerca de 3,5% do Produto Interno Bruto angolano.

Em 2017, sublinhou, entraram em Angola 260,9 mil turistas, menos do que os 397,4 mil registados em 2016, redução que obrigou o Ministério do Turismo a estabelecer uma agenda com outros parceiros para impedir que o número de entradas continue a retroceder.

No período em análise, o número de pessoas empregadas no sector reduziu-se em 15%, o investimento em novas unidades retraiu-se 34%, tendo, no entanto, aparecido 18 novas unidades e 936 quartos.

A taxa média de ocupação das unidades hoteleiras caiu de 40,76% em 2016 para 36, 22% em 2017, disse ainda Mauro Jacob Luís segundo o Jornal de Angola.

As províncias de Luanda, Benguela, Huíla, Huambo e Cabinda são as que mais turistas receberam no ano transacto, enquanto os principais emissores de turistas para Angola foram a África do Sul, Namíbia e a República Democrática do Congo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH