Porto de Nacala, em Moçambique, começa a ser modernizado

5 October 2018

O projecto de modernização do porto de águas profundas de Nacala, norte de Moçambique, iniciou-se quinta-feira com uma cerimónia que contou com a presença do ministro dos Transportes e Comunicações, informou a agência noticiosa africana APA.

O ministro Carlos Mesquita recordou que este projecto, que conta com um financiamento de 273,6 milhões de dólares da Agência Internacional de Cooperação do Japão (JICA, na sigla em inglês), terá um grande impacto social na região, além do impacto económico.

“Este projecto irá dar emprego directo a 400 cidadãos e permitir que as empresas a operar em Nacala dele beneficiem, uma vez que irá ser necessário uma grande variedade de serviços”, disse.

O porto, que faz parte do Corredor de Desenvolvimento de Nacala, dispõe actualmente de capacidade para processar 900 mil toneladas de carga diversa, estando ainda a ser utilizado pela Vale Moçambique para exportar o carvão extraído em Moatize, província de Tete.

A maior parte da carga que transita pelo porto, além do carvão, provém do Maláui, que não dispondo de acesso directo ao mar utiliza a infra-estrutura para importar e exportar parte dos produtos de que necessita, como sejam adubos, açúcar, trigo, clínquer e tabaco.

O porto e a rede ferroviária do norte de Moçambique são geridos pela Corredor de Desenvolvimento do Norte, uma parceria entre a Sociedade de Desenvolvimento do Corredor de Nacala e a estatal Portos e Caminhos-de-Ferro de Moçambique. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH