Grupo chinês de painéis solares pretende construir fábrica no Brasil

11 October 2018

O grupo chinês Hanergy Thin Film Power Group Limited está à procura de parceiros para construir uma fábrica de painéis solares flexíveis no Brasil, disse o presidente da Hanergy Brasil, Han Rui, em entrevista ao brasileiro Portal Energia.

Han Rui adiantou ter o Brasil sido identificado como um dos cinco principais mercados estratégicos para o grupo, estando a estratégia de investimento no país dividida em duas fases.

“Numa primeira fase vamos montar uma rede de distribuição e venda dos nossos produtos principais, sendo a fase seguinte a construção de uma fábrica em território brasileiro para abastecer tanto o Brasil como a restante América Latina”, disse.

O presidente da Hanergy Brasil disse ainda que a construção da fábrica tem um custo estimado em 400 milhões de dólares e acrescentou estar a empresa em conversações com entidades bancárias para a obtenção de financiamento e com potenciais investidores interessados em viabilizar o projecto.

A tecnologia desenvolvida pelo grupo Hanergy é diferente das tradicionais, envolvendo películas finas para captar a energia solar, que podem ser aplicadas por exemplo em tecidos e em materiais de construção.

Os produtos que o grupo vai vender no Brasil são os considerados interessantes para o mercado brasileiro, caso do guarda-sol solar e da mochila solar, sendo todos importados directamente da China.

O grupo tem sede em Pequim e as acções representativas do capital social estão cotadas na bolsa de valores de Hong Kong, se bem que suspensas desde Maio de 2015 devido ao facto de terem registado uma queda de 47% numa única sessão. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH