Angola mobiliza nos últimos meses apoios financeiros de US$ 11,2 mil milhões

16 October 2018

As acções diplomáticas do Presidente de Angola João Lourenço, realizadas em vários países da Europa e da Ásia, resultaram na mobilização de financiamentos avaliados em US$ 11,2 mil milhões, escreve hoje a agência Angop.

Segundo a agência noticiosa angolana as deslocações destinadas ao reforço das relações de cooperação e a atrair o investimento estrangeiro permitiram mobilizar o financiamento de US$ 500 milhões do United Kingdom Export Finance (UKEF) do Reino Unido, na emissão de US$ 3,5 mil milhões de Eurobonds.

A Angop refere que a informação foi divulgada pelo presidente de Angola no seu discurso sobre o Estado da Nação na abertura do ano parlamentar.

Em França o governo de Angola obteve um crédito de US$ 500 milhões do Credit Agricole e outros 79 milhões de euros da Agence Française de Dévelopment (AFD).

Durante a visita do presidente à Alemanha o KFW Bank da Alemanha concedeu um empréstimo de US$ 500 milhões e após a visita do primeiro ministro de Portugal a Angola ficou assegurada a extensão da linha de crédito COSEC de Portugal em mais 500 milhões de euros.

Os maiores financiamentos foram, no entanto, obtidos na China.

O China Development Bank (CDB) concedeu um financiamento de US$ 2 mil milhões, o Industrial and Commercial Bank of China (ICBC) concedeu um empréstimo de US$ 3,5 mil milhões e o Export-Import Bank of China (EXIMBANK) de US$ 620 milhões.

A estes financiamentos junta-se um outro do African Development Bank (AfDB) de US$ 110 milhões para o fomento da agricultura.

No total, os financiamentos totalizam US$ 11,2 mil milhões e 579 milhões de euros. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH