Moçambique na Feira Internacional de Macau (MIF) para aprofundar cooperação

18 October 2018

A embaixadora de Moçambique na China, Maria Gustava considerou hoje que a Feira Internacional de Macau (MIF) hoje inaugurada é uma ocasião ideal para a China e os países de língua portuguesa aprofundarem, cada vez mais, as relações de amizade e cooperação bem como o conhecimento sobre as potencialidades e oportunidades económico-financeiras e de investimentos existentes na China e em cada país membro da plataforma de Macau,

“O destaque de Moçambique como país parceiro na 23ª Edição da MIF, tem um significado muito importante, no contexto da exposição de Moçambique nas vertentes política-económica, sócio-cultural e também na componente de oportunidade de negócios e investimentos que oferece” disse a diplomata ao Macauhub.

Moçambique participa na MIF com uma delegação liderada por Ragendra de Sousa, Ministro da Indústria e Comércio, que integra membros proeminentes de vários sectores e segmentos da sociedade moçambicana, desde empresários, escritores, pintores, artistas e artesãos, chefes de cozinha e expositores.

Maria Gustava disse estar convicta “que o trabalho a ser realizado pela delegação de Moçambique neste evento vai certamente contribuir para o aprofundamento do conhecimento sobre a realidade e potencialidades que o país oferece em matéria de negócios e investimentos para os empresários da China e igualmente para os empresários dos países irmãos de língua portuguesa.”

Durante um Fórum de Investimento e Comércio com a participação de Moçambique, da província chinesa de Fujian e Macau, que decorre hoje, o ministro da Indústria e Comércio de Moçambique Ragendra  de Sousa usará da palavra para dar a conhecer as oportunidades de negócio em Moçambique.

No Fórum participam ainda Zhang Zhinan, vice-governador de Fujian e Leong Vai Tac, Secretário para a Economia e Finanças de Macau que abordará o papel da Região Administrativa Especial como plataforma entre a China e os países de língua portuguesa.

Ainda na mesma sessão o clima de investimento em Moçambique, Fujian e Macau será abordado em intervenções de Jackson Chang, Presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM), Wu Nanxiang, Director-Geral do Departamento de Comércio de Fujian e Lourenço Sambo, Director-Geral da Agência para a Promoção de Investimento e Exportações de Moçambique (APIEX). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH