Cabo Verde Airlines será privatizada ainda em 2018, afirma governo

23 October 2018

O governo de Cabo Verde pretende encerrar o processo de privatização da transportadora aérea nacional até ao final do ano com a venda de uma participação de controlo de 51%, segundo um comunicado oficial.

No documento, o governo afirma ter recebido da empresa Loftleidir-Icelandic, do Grupo Icelandair, uma proposta para a aquisição de 51% do capital dos TACV – Cabo Verde Airlines.

Essa proposta, pode ler-se, foi avaliada por uma comissão nomeada por despacho conjunto dos ministros das Finanças e do Turismo e Transportes e assessorada por peritos internacionais em direito comercial, transportes aéreos e privatização.

“Na sequência, o Conselho de Ministros deliberou no sentido de eleger o referido proponente como parceiro estratégico para a privatização dos TACV”, lê-se no comunicado.

A privatização da Cabo Verde Airlines será efectuada através da venda directa da totalidade das acções representativas do capital social, havendo três lotes com destinatários específicos.

Um primeiro lote de 39% será vendido a investidores institucionais, o segundo lote de 51% destina-se à venda directa ao parceiro estratégico e o lote restante de 10% dirige-se, em partes iguais, a trabalhadores e emigrantes de nacionalidade cabo-verdiana. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH