Timor-Leste pretende levar a concurso novos blocos de exploração petrolífera em terra

24 October 2018

O governo de Timor-Leste deverá levar a concurso em 2019 novos blocos de exploração de petróleo em terra no sul do país, anunciou terça-feira em Dili o ministro interino de Petróleo e Recursos Minerais.

Ágio Pereira, que usava da palavra na 4.ª Conferência Internacional de Geociência, subordinada ao tema “Dados geológicos e informações para a diversificação da economia”, disse que o concurso será lançado pela Autoridade Nacional do Petróleo e Minerais.

Timor-Leste concedeu as primeiras duas licenças de exploração e produção de petróleo no interior do país em Abril de 2017, segundo a agência noticiosa Lusa.

Esses dois primeiros contratos abrangem uma área de cerca de dois mil quilómetros quadrados e foram adjudicados à Timor Gap Onshore Block, uma subsidiária da empresa pública petrolífera de Timor-Leste (Timor Gap), e à Timor Resources Pty Ltd, uma empresa australiana que faz parte do Nepean Group.

Além da nova ronda de exploração em terra, o governo quer ampliar a zona de exploração marítima, especialmente depois de concluído o processo de ratificação do novo tratado de fronteiras com a Austrália.

O governante referiu-se igualmente à decisão de o Governo comprar a participação de 30% da ConocoPhillips no consórcio dos campos de Greater Sunrise, que “coloca Timor-Leste numa posição mais vantajosa para o envolvimento directo como parceiro” para conseguir o projeto do gasoduto para o sul do país.

A 4.ª Conferência Internacional de Geociência, em que participam especialistas timorenses e estrangeiros, decorre de 23 a 26 de Outubro corrente na cidade de Dili. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH