Moçambique aumenta produção de medicamentos com o apoio do Brasil

26 October 2018

A parceria entre o Brasil e Moçambique vai permitir que a Sociedade Moçambicana de Medicamentos (SMM) duplique a produção de medicamentos a partir de 2019, informou o governo federal brasileiro em comunicado.

A fábrica da SMM, que dispõe de capacidade técnica para produzir 10 tipos de medicamentos diferentes para o tratamento de doenças como diabetes, hipertensão, doenças mentais e inflamações, vai também fornecer 150 milhões de comprimidos de paracetamol ao país.

O director da SMM, Evaristo Madime, adiantou que outros cinco medicamentos poderão ser fabricados, pois os governos dos dois países decidiram procurar outros tipos de parcerias estratégicas para alargar a carteira de produtos da sociedade.

“O primeiro objectivo é a produção de medicamentos para o Serviço Nacional de Saúde, ou seja, medicamentos hospitalares, mas a pouco e pouco estamos a entrar no sector privado, seja para fornecer as farmácias como para as clínicas particulares”, disse o director da SMM.

O embaixador do Brasil em Moçambique, Rodrigo Baena Soares, é citado no comunicado como tendo afirmado que este tipo de cooperação também é importante porque ajuda no desenvolvimento de técnicas e impulsiona a produção de conhecimento também no Brasil.

Baena Soares mencionou outros projectos de cooperação bilateral, como o banco de leite que está para ser inaugurado, o de agricultura em áreas de savana e o de produção e processamento de algodão.

A cooperação entre o Brasil e Moçambique nesta área, através da Fundação Oswaldo Cruz, foi iniciada em 2003 motivada pela elevada taxa de HIV/SIDA entre a população moçambicana. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH