Syrah Resources assina mais um contrato para vender grafite a empresa da China

13 November 2018

A Syrah Resources assinou dois novos contratos de venda de grafite a extrair na mina de Balama, norte de Moçambique, um dos quais com a empresa chinesa Qingdao Freyr Graphite Co., Ltd, informou a empresa australiana em comunicado ao mercado.

O contrato assinado com a Qingdao Freyr Graphite para o fornecimento de 6000 toneladas de grafite ao longo dos próximos 12 meses é o primeiro assinado com uma empresa da China para o fornecimento de flocos grosseiros.

A Freyr Graphite é uma empresa com sede em Qingdao, província de Shandong, especializada na produção de grafite expandida.

O segundo negócio teve lugar no mercado à vista com a venda a uma empresa japonesa de grafite com 98% do carbono, a primeira vez que a Syrah Resources vende grafite com aquele grau de pureza.

O presidente executivo da empresa australiana, Shaun Verner, é citado no comunicado a afirmar que o contrato com a Qingdao Freyr representa mais de 10% da produção de flocos de grafite ao longo do próximo ano e “faz com que a Syrah Resources seja um dos principais fornecedores de grafite natural da China.”

A empresa australiana anunciou na semana passada ter assinado um contrato para fornecer grafite à chinesa Qingdao Taida-Huarun New Energy Technology Co. Ltd. ao abrigo de um contrato vinculativo para o fornecimento e 20 mil toneladas.

A empresa Taida-Huarun New Energy Technology Co. Ltd., com sede em Qingdao, província de Shandong, desenvolve e fabrica produtos à base de carbono, incluindo esferas de grafite para a produção de baterias.

A Syrah Resources está envolvida num projecto de extracção de grafite em Balama, Cabo Delgado, norte de Moçambique, que desde o início da exploração e processamento em Novembro de 2017 produziu mais de 160 mil toneladas de grafite, grande parte da qual foi já exportada através do porto de Nacala, na província de Nampula. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH