Reservas de gás natural de Angola estimadas em 4 biliões de pés cúbicos

26 November 2018

As reservas comprovadas de gás natural de Angola rondam 4,0 biliões de pés cúbicos (113 267 milhões de metros cúbicos), disse sexta-feira em Luanda um quadro técnico da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol).

A engenheira Sandra Moreira, da Sonangol, quando abordava o tema “Investimento no gás natural” na IV Conferência Internacional de Petróleo, que terminou sexta-feira naquela cidade, chamou igualmente a atenção para as reservas potencialmente existentes em projectos de exploração de petróleo considerados marginais.

O único projecto de exploração de depósitos de gás natural existente no país é o da Angola LNG, no bloco 14, que começou a operar em 2013 com uma previsão de exploração de 30 anos.

A Angola LNG é um projecto integrado de aproveitamento de gás natural, dispondo de uma fábrica de processamento, um terminal marítimo e instalações de carregamento, bem como a possibilidade de proceder ao desenvolvimento de gás não associado.

A fábrica de processamento e liquidificação de gás natural da Angola LNG fica localizada no Soyo, província de Cabinda, dispondo de uma capacidade instalada de 5,2 milhões de toneladas por ano.

Este projecto é liderado pelo grupo norte-americano Chevron (36,4%), sendo os restantes parceiros a Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), com 22,8% e os grupos britânico BP, italiano ENI e francês Total, com 13,6% cada. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH