Quarta ponte Macau-Taipa levará quatro anos a ser concebida e construída

6 December 2018

A concepção e construção da quarta ponte marítima Macau-Taipa deverá demorar cerca de quatro anos, segundo o concurso limitado por prévia qualificação lançado pelo Gabinete para o Desenvolvimento de Infra-estruturas (GDI).

Publicado em Boletim Oficial, o concurso para a empreitada de concepção e construção da quarta ponte especifica sete metas obrigatórias no projecto, como por exemplo 250 dias para a colocação da primeira estaca e mais 450 para a conclusão da entrega das peças desenhadas e documentos do projecto de execução.

A obra tem uma caução provisória de 150 milhões de patacas e uma caução definitiva de 5,0% do preço da adjudicação, sendo admitidos como concorrentes as entidades inscritas nas Obras Públicas para execução de obras ou com equivalência.

Caso uma empresa interessada na obra não tenha sede em Macau, pode participar desde que em consórcio com outra sediada no território.

A entrega de candidaturas decorre até 27 de Fevereiro e os critérios de avaliação e qualificação são divididos por capacidade integrada (40%) financeira, técnica e profissional, experiência técnica (40%) e recursos humanos (20%).

Depois da selecção, serão convidados os sete concorrente mais pontuados, sendo que o GDI tem 360 dias para enviar os convites para a apresentação das propostas, contados a partir da data do encerramento do acto público da abertura.

Macau está presentemente ligado à ilha da Taipa por três pontes, Governador Nobre de Carvalho, da Amizade e Sai Van, que foram abertas ao tráfego automóvel em 1974, 1994 e 2004, respectivamente. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH